Procon, política federal, militar, delegacia do consumidor e guarda municipal, participarão da ação para coibir as práticas abusivas dos bancos que em sua grande maioria, desrespeitam as leis que determinam o tempo de espera, filas prioritárias, acessibilidade, horário determinado de entrada e saída dos malotes de dinheiro, vidros blindados, entre outros.

A fiscalização começou hoje (05/03) e vai até a próxima sexta-feira (09/03).