O PPS de Jaboatão dos Guararapes desmentiu que houvesse rompido com o prefeito da cidade Elias Gomes (PSDB) e usou o termo “negociações interrompidas” para falar da relação entre as duas legendas. “Na reunião da sexta-feira discutimos uma parada nas negociações com Elias, mas não houve essa discussão sobre rompimento”, afirmou o presidente municipal da sigla, Paulo Mendes.

As “negociações” a que Mendes se refere são as conversas sobre manutenção da aliança com o PSDB nas eleições para o Executivo este ano, bem como o espaço que o PPS terá posteriormente. Atualmente o partido ocupa a vice-prefeitura com Edir Peres. Na semana passada, entretanto, Elias Gomes falou que se houvesse desejo do PSB, os socialistas poderiam ficar com essa vaga em uma chapa.

De acordo com Mendes essa parada seria, então, para que “o prefeito decidisse a posição dele”. Em nota à imprensa, a presidente estadual do PPS, Débora Albuquerque reclamou que a postura do tucano não foi conversa com eles antes e disse que ficaria aberta para ouvir outros partidos sobre novas alianças.

Fonte: Diario de Pernambuco.