Conselho Superior de Transporte Metropolitano (CSTM) discutirá na próxima sexta (12), as 8 da manhã, na sede da Secretária das Cidades, o pedido do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros no Estado de Pernambuco (URBANA -PE), de aumento médio de 11,02%.

O Consórcio Grande Recife não comentou sobre o pedido, e divulgou em seu site uma planilha do sistema, o requerimento dos empresários e um estudo de recomposições tarifária, nos documentos consta que houve aumento de insumos e queda de passageiros e cita subsídios e insumos que totalizam R$ 240 milhões e que a meta de adquirir 467 novos ônibus não foi cumprida, houve aquisição de 380 ônibus.

A Frente de Luta pelo Transporte Público promete realizar protesto em frente ao local, no bairro da Iputinga, para impedir que aumento seja aprovado. O advogado Pedro Joseph, um dos coordenadores do movimento lembrou que os contratos deveriam ser revistos esse ano, o que pode implicar num congelamento ou redução de tarifa, conforme avaliação de desempenho.“Todo ano o governo bota um percentual menor para iludir a população, mas, sabemos que há acordo prévio” afirmou o representante dos estudantes no Conselho Metropolitano, Márcio Morais que afirmou ainda que vai defender que não tenha aumento e adoção da tarifa única.

Veja os novos valores com a proposta dos empresários

Anel A de R$ 3,20 para R$ 3,55
Anel B de R$ 4,40 para R$ 4,90
Anel D de R$ 3,45 para R$ 3,85
Anel G de R$ 2,10 para R$ 2,35

Comentário dos leitores

Publicar