Thiago Rangel

Todos que acompanham a política jaboatonense, sabe da vontade do atual gerente da regional 7, Thiago Rangel, de ser candidato a vereador da cidade. Isso começou desde que o mesmo integrou ao grupo do prefeito Elias Gomes em 2008 e aos poucos, ele foi conquistando seu espaço na gestão, até se tornar secretário de juventude do município, substituindo Eduardo Porto, por um período em que o mesmo renunciou o cargo para ser candidato a vereador.

Acontece que Rangel é um defensor ferrenho do governo, é atual presidente da juventude do PSDB de Jaboatão e vice-presidente da juventude no estado, mas de uma coisa não podemos negar, sair candidato no chapão do PSDB, pode ser um suicídio para quem pretende ganhar a eleição na sua primeira candidatura.

Lá no PSDB existem 13 vereadores de mandato que virão com uma estrutura de campanha superior, além de vários candidatos do governo que também terão uma “ajudinha” diferenciada.

Das duas uma, ou ele sai candidato para ganhar por um outro partido, ou sairá apenas para ajudar o PSDB. Uma outra opção seria Rangel se filiar a um partido “mais leve”, que tem projeção de eleger vereadores com menos votos.

O que se comenta nos bastidores da política é que se Rangel quiser ser candidato a vereador, tem que ser no PSDB, caso contrário, a sua candidatura será rifada.

Se confirmada a sua candidatura, ele ainda terá que disputar com outros candidatos bons de voto como Adeildo da Igreja, Nivaldo do Gás, Bira do Pop, Lala do Povo, entre outros.