Vereador Marlus Costa recebe apoio em Jaboatão por sempre se posicionar à favor da vida

Para a infelicidade dos abortitas, o Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria entre os ministros para rejeitar a ação que pedia o direito ao aborto para grávidas infectadas pelo vírus da zika. O processo foi movido pela Associação Nacional de Defensores Públicos (Anadep) e está sendo analisado virtualmente através de uma ferramenta online que permite aos magistrados votarem sem se reunir presencialmente. Até agora, sete dos 11 ministros declararam rejeição à proposta de despenalização. O julgamento está previso para ser concluído até o fim do dia (23h59), desta quinta-feira.

Essa maioria demonstrada pelo STF tem gerado apoio dos cidadãos jaboatonenses. O diretor e professor do Colégio Divino Mestre, Marcial Pontes Filho, conhecido como ‘Marcinho’, apontou o motivo de apoiar a causa Pró-Vida. “Eu me baseio na declaração dos direitos humanos. Todos tem direito a vida. Como cristão, eu não acredito que as pessos devam ser selecionadas se não tiver uma boa saúde, por causa da cor da pele ou por que apenas por seu nascimento. A vida é para ser preservada até o último suspiro. Nós temos os direitos à vida e isso está na declaração universal dos direitos humanos” explicou.

Compartilhando da mesma visão de ser favor da vida, o vereador Marlus Costa também recebeu do professor, palavras de admiração por sua conduta como parlamentar. “Marlus já tem a minha admiração há anos. Sempre o acompanhei antes mesmo de se tornar vereador e o admiro pelo seu posicionamento firme em ser Pró-vida. Ele é batalhador desse movimento que só corrobora a imagem que tenho dele de carinho e zelo pela vida. Quer que seja uma criança para vir, quer que seja quem já caminha por aqui, muitas delas em favelas. Ele sempre batalhou pela vida. Marlus vai além da questão do aborto, mas no geral, no sentindo mais universal e humano”, pontuou Marcinho.

Vamos relembrar – Marlus Costa

Sendo contra a maré de projetos que são incompatíveis com as crenças e valores da maioria do povo, o vereador Marlus Costa foi o primeiro parlamentar no estado de Pernambuco que manifestou moção de repúdio contra a ADPF 442 (Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental) promovida pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), que pedia a descriminalização do aborto até a 12ª semana de gestação.

O parlamentar também colocou Jaboatão dos Guararapes como a cidade pioneira em realizar o ato legislativo contra a ADPF 442. Vários grupos do movimento Pró-Vida e de evangélicos, católicos e espíritas se juntaram ao vereador Marlus que sempre teve como eixo de vida, a luta pela causa dos indefesos. Assim surgiu a lei que criou para o calendário oficial da cidade jaboatonense, no dia 8 de outubro, o Dia do Nascituro.

Evento público na orla de Piedade, em Jaboatão contra a descriminalização do aborto em 2018.
Evento público na orla de Piedade, em Jaboatão contra a descriminalização do aborto em 2018.
Marlus Costa ao lado das mães de crianças com microcefalia durante evento público na orla de Piedade, em Jaboatão contra a descriminalização do aborto em 2018.