O município de Jaboatão dos Guararapes quer se tornar um polo de abrigar investimentos no setor de óleo e gás. Após de participar do lançamento e do programa Combustível Brasil, do Ministério de Minas e Energia (MME), na Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe), o prefeito do município, Anderson Ferreira (PR), externou ao ministro da pasta, Fernando Filho, a sua pretensão. O gestor alega que a “posição estratégica” de Jaboatão em relação ao Porto de Suape e a Região Metropolitana do Recife (RMR) favorece o pleito.

“Viemos para o lançamento do Combustível Brasil para convidar os investidores do segmento de óleo e gás e deixar claro o interesse do nosso município de se firmar como um polo produtivo do setor. A nossa presença nesta cerimônia, mostra, portanto, que a cidade possui capacidade e está de braços abertos para receber novos investimentos”, disse Anderson.

O programa Combustível Brasil é comandado de forma conjunta pelo Ministério de Minas e Energia, pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP) e a Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

Ao ato desta segunda-feira (20) compareceram o vice-governador e secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Raul Henry (PMDB); o diretor-presidente da Fiepe, Ricardo Essinger; o diretor de Refino da Petrobras, Jorge Celestino; e representantes de empresas e associações do setor de óleo e gás.