O dia 26 de abril é conhecido como o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial. Essa doença é facilmente detectada, mas por não apresentar sintomas, sua presença é desconhecida por metade dos doentes. Em muitos casos, ela só é diagnosticada depois de um infarto do miocárdio ou de um acidente vascular cerebral.

A Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes, por meio da Secretaria de Saúde, lançou a campanha de prevenção e combate à Hipertensão Arterial com o tema Quem cuida da pressão tem bom coração. A campanha contará com diversas atividades, a exemplo de palestras, serviços de aferição de pressão arterial, avaliação antropométrica com índice de massa corpórea, além de orientações nutricionais. A ação ocorrerá simultaneamente em todas as Regionais do município.

Entre o público alvo estarão idosos, hipertensos, diabéticos, crianças, adolescentes e adultos.  A secretária de Saúde de Jaboatão dos Guararapes, Gessyanne Paulino, conta que o objetivo desta ação é fazer com que a sociedade fique atenta e saiba como lidar com a enfermidade. “A doença é facilmente detectada, mas por não apresentar sintomas sua presença é desconhecida por metade dos doentes. Em muitos casos, ela só é diagnosticada depois de um infarto do miocárdio ou de um acidente vascular cerebral. Com a campanha, temos como expectativa a redução no número de casos no município”, avaliou.

O lançamento oficial da campanha será na ação “Prefeitura com Você”, no bairro de Curcurana, Regional Praias (6), a partir das 8h. A programação envolve oficinas sobre orientações alimentares, distribuição de panfletos educativos sobre hipertensão, orientação sobre atividade física, serviços de aferição de pressão arterial, medição do Índice de Massa Corpórea (IMC) e glicemia capilar. Além de mostra de filmes educativos sobre prevenção da Hipertensão Arterial e Diabetes.

DOENÇA 

A hipertensão arterial (HTA) é conhecida popularmente como pressão alta. Ela é causada pelo aumento da pressão arterial e pode aparecer em qualquer indivíduo. No entanto, há fatores considerados de risco, como a hereditariedade, a obesidade, o sedentarismo, o alcoolismo, o estresse, dentre outros motivos. O índice de incidência aumenta com a idade, apesar de também ocorrer na juventude. A prevalência estimada de hipertensão no Brasil é de quase 30% da população.

Contato:

Gessyanne Paulino – 9656.5581 – Secretária de Saúde de Jaboatão.