policiamento

Cento e setenta e sete policiais militares e 28 viaturas que operam no Recife e Região Metropolitana serão relocados na tentativa de fazer com que os municípios de Jaboatão dos Guararapes e Moreno alcancem índices satisfatórios do programa Pacto pela Vida.  O incremento na segurança das duas cidades será oficializado na solenidade de amanhã, no 6º Batalhão da PM, em Prazeres. Entre as áreas que cederão parte dos seus homens está o 16º Batalhão, que atua no Centro do Recife.

Dentre os PMs relocados, Jaboatão e Moreno vão receber 51 policiais de unidades especializadas como Batalhão de Radiopatrulha, Companhia Independente de Policiamento com Cães (CIPCães), Companhia Independente de Policiamento com Motos (CIPMoto), Regimento de Polícia Montada, 1º BPTran e Companhia Independente de Operações Especiais.

A medida, no entanto, não estaria sendo bem vista por parte da corporação. Um policial militar que preferiu não se identificar disse temer que o relocamento da força de segurança para os dois municípios com índices mais críticos de homicídio acabe resultando em um retrocesso nas áreas que estão mais próximas da meta. Hoje, antes da relocação dos policiais, acontece a troca nos comandos dos batalhões.

Em dezembro, a Secretaria de Defesa Social (SDS) divulgou um balanço do Pacto pela Vida, onde o ano de 2014 aparece com os piores índices desde 2007. De janeiro a novembro do ano passado foram notificados 3.123 crimes violentos letais intencionais contra 2.811 do mesmo período de 2013.

Nos primeiros dias de sua gestão, o governador Paulo Câmara anunciou que além de chamar todos os aprovados no último concurso público da PM, também faria uma nova seleção para a corporação e também para a Polícia Civil. A SDS, inclusive, já está em processo de contrato com a empresa que deve promover o certame.

Do Jornal do Comercio/Foto: Edmar Melo/ JC Imagem