Manuel Francisco

O casal Manuel Francisco e Jessica Gomes, moradores de Vila Rica, em Jaboatão dos Guararapes, estão passando por uma dor muito grande pela perda do bebê ainda na barriga da mãe, após completar nove meses de gravidez.

Na manhã deste domingo, recebemos um e-mail de Vitória Maciel, que é prima de Manuel, pedindo ajuda para denunciar o falecimento do bebê do casal. Segundo Vitória, na última semana que antecedeu o fim de ano, a mãe foi todos os dias para o IMIP e todos os dias os médicos mandavam ela de volta para casa, pois alegavam que ela não tinha dilatação suficiente para a realização do parto normal.

Ao voltar para o hospital no dia 01 de janeiro de 2016, foi constatado que o bebê estava sem vida na barriga da mãe. A família responsabiliza o hospital por negligência, pois alegam que o bebê passou da hora de nascer.

Após a notícia da morte do bebê, Jéssica ainda sofreu muito pois passou mais de 24 horas com o bebê na barriga, sendo retirado às 14h do dia 02 de janeiro.

“Ela sofreu muito (durante o procedimento de retirada do bebê), eles sabiam que ela não tinha passagem pra saída do bebê mesmo assim forçaram no normal. Ela ainda precisou de ajuda do médico pra afastar com a mãos o colo do útero dela para o bebê passar”, contou o pai emocionado.

Gravida

É válido lembrar que muitas famílias de Jaboatão sofrem por não termos uma maternidade pública em nosso município. Outro caso que chamou a atenção pública foi o primeiro bebê nascido em Pernambuco deste ano. A família que também é de Jaboatão, sofreu bastante para dar a luz, e o bebê nasceu dentro de um carro, porque além de Jaboatão não ter maternidade, ela não conseguiu atendimento em quatro postos de saúde que passou.

O governo municipal precisa se posicionar diante desses fatos que estão acontecendo corriqueiramente, pois o prefeito Elias Gomes prometeu entregar a maternidade Rita Barradas ainda em 2008, quando o mesmo era apenas candidato a prefeito. Passaram-se quase 8 anos de governo e o projeto não saiu do papel.

Enquanto isso, casos como esses se repetem, proporcionando dor e humilhação para as mamães que moram em Jaboatão dos Guararapes.

Maternidade Elias

Vídeo mostra Elias Gomes prometendo a construção das maternidades municipais e do Hospital Geral de Jaboatão.

Promessa de construção das Maternidades Municipais e o Hospita…

Após noticiarmos duas mãe de Jaboatão que precisaram dar a luz neste fim de semana, sendo uma tendo bebê dentro do próprio carro porque não conseguiu atendimento e outra, (caso de Jéssica Gomes), que terminou perdendo o seu bebê dentro da barriga (após 9 meses de gestação), por possível negligência médica, lembrei da promessa do nosso prefeito de Jaboatão, ainda em 2008 quando ele disputava o primeiro mandato. Venho publicamente cobrar esclarecimentos e saber os motivos do não cumprimento da promessa de Construção das Maternidades Municipais e do Hospital Geral de Jaboatão. Vamos fazer uma avaliação desses 7 anos de saúde pública de Jaboatão, em que a população mais necessitada se beneficiou?Peço a ajuda de todos os nossos seguidores para serem multiplicadores desta mensagem para obtermos o máximo de visualizações.Precisamos saber dos nossos governantes o que faltou. Foi dinheiro? Foi vontade de fazer? Foi amor pelo povo de Jaboatão?

Posted by Marlus Costa on Segunda, 4 de janeiro de 2016