grevejab

O movimento de greve dos professores municipais de Jaboatão dos Guararapes foi decretado ilegal pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) nesta terça-feira (28).

De acordo com a decisão do tribunal, os docentes devem retornar imediatamente às suas atividades e estão impedidos de realizarem paralisações.

Mesmo assim, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Município de Jaboatão dos Guararapes (Sinproja) mantém para esta quarta-feira (29) uma passeata pelas ruas do bairro de Prazeres, em conjunto com o Sindicato dos Servidores Municipais (SINSMUJG), que atende às demais categorias.

O relator da liminar, o desembargador Jorge Américo, entendeu que o movimento não possui respaldo no direito de greve. Ele ainda considerou o fato de que o município, além de cumprir o piso nacional de educação, se prontificou a dar reajuste de 6,5% para os professores e 8,2%  para os demais servidores, desde janeiro.

O desembargador ainda ressaltou que os serviços de educação são essenciais ao desenvolvimento das crianças e jovens e que, neste caso, sua importância prevalece sobre o direito de paralisação dos trabalhadores.

Em caso de descumprimento, o Sinproja deverá pagar uma multa diária de R$ 10 mil.

Com informações da Prefeitura de Jaboatão