pontos cultura

A abertura oficial do Casarão dos Pontos de Cultura dá inicio à maratona de apresentações, a exemplo, do grupo Mazuca da Quixaba, do Ponto de Cultura Nação Maracatu Porto Rico. Fundado em 13 de maio de 2005 com a finalidade de resgatar a história oral dos mestres da Jurema e a pisada do coco de terreiro, o Grupo Mazuca se propõe a realizar uma tradicional apresentação do ritmo.

Pela primeira vez, o Palco dos Pontos de Cultura acontece no Parque Euclides Dourado no intuito de ampliar o acesso do público às produções dos Pontos de Cultura.

Além disso, a posição estratégica do Palco dos Pontos, por estar em um dos locais de maior visibilidade e circulação do FIG, possibilita melhor divulgação das ações que ocorrem no Casarão dos Pontos de Cultura, localizado na Escola Henrique Dias, ao lado do Parque Euclides, espaço destinado às formações e exposição.

O Casarão dos Pontos de Cultura no 24º Festival de Inverno de Garanhuns é composto por cinco oficinas culturais, uma exposição e cinco apresentações artísticas.

As oficinas oferecidas neste ano são a de Bordados, a de Tuboartes – design em papelão, a de Iniciação à filmagem, a de Maracatu e a de Capoeira. A exposição é de peças tradicionais do Maracatu Almirante do Forte.

As apresentações ocorrem até sábado, das 17h às 18h, no Palco.

PROGRAMAÇÃO

Local: Espaço Mamulengo & Pontos de Cultura – Parque Euclides Dourado

Horário: 17h

*Terça-feira, 22/07
Grupo Walê-Dança Indígena (Ponto de Cultura Fulni-ô e Xixiaklá)
*Quarta-feira, 23/07
Cortejo de Pífano da Banda de Pífanos Raça Negra Boavistana (Ponto de Cultura Nação Coripós)
*Quinta-feira, 24/07
Performance Pianística – Gil e Convidados (Ponto de Cultura Escola Comunitária de Música da Bomba do Hemetério)
*Sexta-feira, 25/07
Culminância das Oficinas Ritmos do Baque Virado e Exposição do Maracatu Almirante do Forte (Ponto de Cultura Almirante do Forte) e Capoeira Angola Estudos e Práticas (Pontinho Pipoquinha – Organização Artística à Cidadania)
*Sábado, 26/07
Coco Miudinho (Ponto de Cultura Um Quilombo Cultural Grupo Bongar – Jovens da Comunidade Xambá)

Fonte: Secretaria de Cultura de Pernambuco
Foto: Divulgação