Reunião Servidores 8

Segundo informações de uma fonte que preferiu não se identificar por medo de represálias, o terrorismo prevalece quando o assunto é votar nos projetos do prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Elias Gomes, que quer descer de goela abaixo a PL 01/2016 que penaliza todos os servidores de Jaboatão para cobrir o rombo do JaboatãoPrev.

De acordo com informações enviadas pela prefeitura municipal ao nosso blog, o rombo gira em torno de R$ 23,4 milhões ao ano se somarmos os repasses mensal.

Após a votação do projeto ser adiada por duas vezes pela mesa diretora da Câmara Municipal, os vereadores devem definitivamente votar na próxima quinta-feira (04/02). Segundo a nossa fonte, o vereador que votar contra o projeto de Elias terão seus cargos comissionados cortados junto a gestão municipal.

Os vereadores de Jaboatão que são da base do governo tem uma cota de cargos comissionados indicada na gestão, para isso, o vereador tem que ser 100% fiel a gestão tucana, votar em todos os projetos de olhos fechados, independente se esse projeto seja de interesse ou não da maioria da população. Projetos lei como aumento do IPTU e outros que penalizam os servidores são votados sem discussão ou uma audiência pública.

É a velha política do toma lá da cá praticada pelo grupo do atual prefeito, nativo do Cabo de Santo Agostinho, que impera em Jaboatão. O vereador que entra nesse jogo esquece que foi eleito democraticamente e que representa os interesses do povo e principalmente dos que os elegeram.

Na próxima quinta-feira (04/02), os servidores de Jaboatão lotarão novamente o plenário da câmara para impedir a aprovação do projeto, que caso seja aprovado, tenho até medo do que possa acontecer com o plenário da câmara.

Finalizo esta matéria fazendo os seguintes questionamentos, porque a gestão municipal de Jaboatão não discutiu o projeto com a mesa de negociação do sindicato? Porque a gestão se omite a discutir o projeto em audiência pública? Porque a gestão municipal não apresenta o balanço geral demonstrando a necessidade dessas mudanças na previdência Jaboatonense? Com a palavra, prefeitura de Jaboatão…