logo_detran-peQuem comprou carro zero quilômetro entre 2011 e 2012 e teve a documentação do veículo providenciada por um despachante pode estar entre as 2,5 mil vítimas de um golpe milionário descoberto pelo Detran-PE.

O órgão de trânsito bloqueou o acesso online de sete despachantes que trabalhavam para clientes particulares e para concessionárias de veículos do Grande Recife. Eles são suspeitos de burlar o sistema do Detran para ficar com quase todo o dinheiro pago pelos clientes referente à quitação do IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores) e à opção de placa especial. O estado calcula que o rombo causado pelos golpistas chegue a R$ 1,1 milhão.

Inicialmente, a fraude teria acontecido somente nas transações online relacionadas ao IPVA e à placa especial, que é o serviço que permite ao cliente escolher a numeração da placa do seu veículo. 

De acordo com o corregedor do Detran, Antônio Carlos Cavendish, os despachantes online enganavam o sistema do Detran com a inserção de dados falsos dos veículos que, em seguida, eram substituídos pelos corretos. No caso das placas, a primeira guia de atendimento era preenchida com a solicitação especial. Antes de gerar um boleto de pagamento, o despachante cancelava o serviço e abria outro com placa normal, mas o número escolhido já havia sido atrelado ao chassi do automóvel. O serviço acabava saindo de graça para o despachante, que embolsava os mais de R$ 200 pagos pelo cliente antecipadamente.

Da mesma forma acontecia com o IPVA. Um valor menor era colocado no sistema e, em seguida, o preço real do veículo. No entanto, o valor do IPVA bem mais baixo permanecia. Para o sistema e para o funcionário do Detran que conferia a documentação, tudo estava em conformidade.

Como o dinheiro foi desviado e não chegou aos cofres do estado, o dono do veículo será obrigado a quitar seu débito no órgão de trânsito e depois acertar as contas com a concessionária ou com o despachante. Quem solicitou placa especial e foi vítima do golpe já deve ter recebido uma carta enviada pelo Detran informado sobre o débito. Cerca de 500 cartas foram emitidas.

Já os cerca de dois mil usuários que foram lesados no esquema do IPVA deverão receber o boleto de pagamento para a quitação do imposto juntamente com o boleto do IPVA 2013 que começará a ser enviado em fevereiro.

Quem quiser se antecipar e verificar se possui débitos no Detran, inclusive em relação ao golpe, pode descobrir pelo site do Detran digitando a placa do veículo e clicando em detalhamento de débito.

No caso do IPVA, como se trata de um imposto, haverá ainda multa de 15% sobre a diferença do IPVA devido. O Detran recomenda que os clientes lesados quitem o débito e depois acionem a Justiça se quiserem ingressar com uma ação contra os responsáveis pelo desvio do dinheiro.

Fonte: Diario de Pernambuco.