A Compesa e a Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes assinaram um convênio, no valor de R$ 775 mil, para a realização de obras de pavimentação, drenagem e contenção de encostas em ruas de Jardim Jordão. O bairro foi uma das localidades beneficiadas com as obras do Sistema Pirapama. De todo o montante, R$ 600 mil serão financiados pela Compesa e R$ 175 mil pela prefeitura, que também irá arcar com as desapropriações.

A Rua Córrego das Rosas será a primeira a passar por obras de pavimentação e drenagem. Por ela, passa uma adutora de Pirapama de 1.800mm de diâmetro. “Além de melhorar a mobilidade na via, as intervenções permitirão proteger a tubulação da Compesa. Evitaremos também que casas sejam construídas em cima da adutora”, explica o presidente da companhia, Roberto Tavares. A ordem de serviço para o início dos trabalhos deve ser assinada nesta quarta-feira (4).

Também serão beneficiadas pelas obras as Ruas São Bento, Gonçalves Dias, Nova Olinda e Travessa da Rua Progresso. A previsão é de que as intervenções na área durem quatro meses. Somente no Córrego das Rosas, a obra de pavimentação compreenderá um trecho de 600 metros. Equipes técnicas da Compesa e da prefeitura estão realizando um levantamento para identificar outras ruas, por onde também passa a adutora, e que podem ser contempladas com as obras.

Além da adutora de Pirapama, que corta ruas de Jardim Jordão, bem próximo dali a Compesa construiu o Reservatório do Jordão, o maior do sistema, com capacidade para armazenar 90 milhões de litros de água. Desde o último mês de março, o reservatório já opera em sua plenitude.

SANEAMENTO – Outro convênio assinado no mês de abril pela Compesa e pela Prefeitura de Jaboatão destinará R$ 870 milhões para obras de abastecimento e saneamento no município. O valor faz parte dos R$ 4,3 bilhões da Parceria Público-Privada (PPP) do Saneamento, que irá beneficiar toda a Região Metropolitana do Recife (RMR) mais a cidade de Goiana, na Mata Norte.

A expectativa é que até 2014, a cobertura do abastecimento de água em Jaboatão seja de 100%, enquanto que o saneamento básico tenha a oferta do serviço ampliada para 90% da cidade até 2024.