Marlus Costa

O Blogueiro Marlus Costa esteve na manhã da última quinta-feira (12/05), na Rádio A Voz da Liberdade, para participar de uma entrevista no programa Jaboatão Rumo ao Futuro, onde teve oportunidade de falar um pouco sobre o trabalho que realiza com o blog em Jaboatão e seu ponto de vista da atual gestão municipal.

Em uma das situações questionamos a falta de entrega de medicamentos em toda a rede de saúde do município, denúncia essa, feita por vários leitores do blog. O fato já vinha sendo publicado por Marlus durante a semana e na quinta-feira, a gestão municipal decidiu soltar uma nota pública no seu site Acontece, por livre e expontânea pressão do blogueiro, sobre a falta de medicamentos no município.

Na nota a prefeitura ainda prometeu regularizar de imediato a entrega dos medicamos aos munícipes. Confira na íntegra;

A Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes, por meio da Secretaria de Saúde, informou, na manhã desta quinta-feira (12), que as farmácias da unidade de saúde voltaram a funcionar normalmente, após ficarem fechadas, por uma semana, em razão de um parecer do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen). Este parecer, de nº 021/2015, estabelece não ser atribuição do enfermeiro e técnico de enfermagem a entrega medicamentos com receita médica nas unidades. Por isso, eles decidiram não realizar a entrega, que passa a ser feita por outros profissionais.

“Nós fomos notificados da decisão pelo Sindicato de Enfermagem, sem nenhuma possibilidade de prazo para adequação à nova realidade. A secretaria está buscando uma solução para normalizar a entrega de medicamentos e isso aplica capacitar novos profissionais para a atividade”, enfatizou a secretária Gessyanne Paulino.

A secretaria decidiu entrar com um pedido junto à Procuradoria Geral do Município, na tentativa de suspender o parecer do Cofen, para que os enfermeiros e técnicos de enfermagem voltem a entregar os medicamentos à população. Em todas as unidades de saúde de Jaboatão, o usuário pode sair com medicamentos em mãos. Muitos deles fazem uso de medicamento contínuo, como no caso de diabetes e hipertensão, e precisam dos remédios mensalmente.

Por deliberação da secretaria, a partir desta quinta-feira (12/05) outros profissionais – que não sejam enfermeiro ou técnico de enfermagem – poderão realizar a entrega de medicamentos em todas as unidades de saúde do município. Assim, normalizando a entrega de medicamentos.