Prédio Piedade

Os moradores do Edifício Monza, localizado na Avenida Ayrton Senna, em Piedade, Jaboatão dos Guararapes, tiveram que sair dos seus apartamentos até às 19h desta quarta-feira (5), após vistoria da defesa civil de Jaboatão constatar indícios de afundamento da estrutura.

“Fomos lá no dia 30 de janeiro, quando fizemos uma inspeção e verificamos que havia rachaduras na estrutura. Desde então estávamos monitorando o prédio, até que ontem [4], chegamos à conclusão de que ele apresentava índices de recalque [indícios de afundamento] e precisava ser desocupado”, disse o engenheiro da Defesa Civil André de Cunha. (Fonte: G1).

Segundo o engenheiro, os moradores devem retirar todos os pertences dentro do prazo de 9 dias mas isso não pode ser feito livremente para não por em risco a vida dos moradores. Como o imóvel está interditado, os condôminos devem agendar com a Defesa Civil.

“Quando o morador agendar o dia para retirar seus objetos, um técnico da Defesa Civil irá acompanhar e só após ele verificar que não houve mudança na estrutura é que a pessoa será autorizada a retirar seus móveis”, afirmou André de Cunha. (Fonte: G1).

O prédio necessitará de reformas de empresa especializada, e após as obras será feito uma nova vistoria para os moradores voltarem aos seus imóveis.