Eles dizem que Prefeitura quer construir binário e precisa demolir 150 boxes.

Mais de 150 boxes do Mercado de Prazeres serão demolidos. De acordo com os comerciantes a iniciativa é da Prefeitura de Jaboatão, que quer construir um binário, onde unirá a Avenida Almirante Dias Fernandes com a Estrada da Batalha, em Jaboa­tão dos Guararapes. Inconfor­mados com essa situação, os comerciantes do local esta­­rão protestando por seus direitos nesta segunda-feira (23), à partir das 7h, na Almirante Dias. Sen­tan­do na pista, os ambulantes pretendem chamar a aten­ção do Ministério Público de Pernambu­co (MPPE) e da própria Prefeitura de Jaboatão, para que consigam, ao me­nos, benefícios básicos após a demolição.

O Mercado, que existe há mais de 45 anos, oferece vendas variadas que vão desde flores, ervas, artigos de candomblé e umbanda, à ferramentas, carnes e frutos marinhos. De acordo com comer­ciantes do local, várias famílias dependem do mercado para sobreviver. “Ninguém é ladrão, ninguém é marginal. Todo mundo é pai e mãe de família, temos nossos direitos. Nós não estamos querendo impedir nada, só queremos que nos dêem outro local de trabalho para montarmos nossos boxes”, conta a comerciante Mônica Bezerra.

O procurador geral da prefeitura, Henrique Leite, informou que as obras já foram iniciadas e que a quantidade de boxes a serem demolidos na área será mínima. “A construção do binário já iniciou e está indo em direção ao Mercado de Prazeres, mas isso não significa que o Mercado será destruído. Estamos limitando o mínimo necessário de boxes a serem retirados”, conta. O procurador também falou a respeito da quantia oferecida aos comerciantes. “Isso está sendo objeto de reuniões e conversas. O valor pago será dentre critérios técnicos. Além disso, existe a possibilidade de relocar os boxes dentro da própria feira mesmo”, completa.

Fonte: Folha PE.