Sérgio Guerra

Faleceu por volta das 8h desta quinta-feira (06), o Deputado Federal Sérgio Guerra (66), em decorrência de complicações provocadas por um câncer nos pulmões. Ele estava internado no Hospital Sírio-Libanês, localizado na cidade de São Paulo.

O deputado estava internado há cerca de 20 dias e não suportou desta vez. Sérgio Guerra era um dos maiores líderes do PSDB no país, além de deputado federal era presidente estadual da legenda em Pernambuco e já foi também presidente nacional.

Leia também:

Deputado Sérgio Guerra é internado em São Paulo.

André de Paula assume a vaga de Sérgio Guerra.

Trajetória política de Sérgio Guerra.

Filiou-se ao PMDB em 19814 e no ano seguinte foi eleito deputado estadual. Em 1986, já pelo PDT, foi reeleito ao cargo. Em 1989, filiou-se ao PSB e ocupou os cargos de secretário estadual de Indústria, Comércio e Turismo e de Ciência e Tecnologia no governo Miguel Arraes. Obteve pelas urnas o cargo de deputado federal em 1990, reelegendo-se em 1994 e 1998.

Assumiu novamente a secretaria de Indústria e Comércio entre 1997 e 1998, no último mandato de Miguel Arraes.
Em 1999, deixou o PSB e filiou-se ao PSDB, onde se mantém desde então. Participou do primeiro governo Jarbas Vasconcelos em Pernambuco, ocupando a Secretaria Extraordinária.

Guerra disputou em 2002 o cargo de senador pelo PSDB de Pernambuco. Foi o 2° colocado naquela disputa, eleito com 1.675.779 votos (26,9% dos válidos) – eleito juntamente com Marco Maciel (PFL), o 1° colocado. Nas eleições de 2006, foi o coordenador nacional da campanha presidencial de Geraldo Alckmin.

Em 2010, foi o sexto candidato a deputado federal mais votado em Pernambuco. Elegeu-se com 167.117 votos (3,79% dos válidos).